Tranco

20 nov
Os anos se passam em algum meses de nada. Quanto mais colocamos as coisas nos lugares, retiramos de outros inevitavelmente.
Procuramos retirar agonias, mas elas são a fonte da permanência desse borbulho metropolitano. Não viveria em um mundo opticamente ótimo. Precisamos das coisas fora do lugar para podermos interligar nossas vidas.
Assim, a mesmice feita de mainstream só é engolida pelos que acham o marasmo excitante.
É impossível conceber um país que feito de diversidade ainda ter incrustado no seu povo a xenofobia e o bairrismo. Que mesmo cheio de diversidades ainda prefere mamar na teta enlatada de letras garrafais.
É bom ver estudantes nas  ruas reivindicando nada demais, apenas o que é de seu direito… que as coisas andem corretamente como deveria ser.
Onde estão os hinos que nossos pais ouviram na vozes dos heróis que não damos mais valor: “-O povo apresenta suas armas” ou “-Cabeça dinossauro”. Hoje o conformismo é moda, talvez pela confusão que o ser humano faz entre viver bem e ter bom senso.
Por isso aplaudirei todos os que, como eu gritam “-Amigo eu sempre tento ser um pouco diferente…” e tentam incessantemente fazer a diferença e conquistar os ouvidos, os olhos e porque não as barrigas cerebrais de nossos irmãos.
Aceitemos o urbano assim como a raiz sem banalizá-los.
Ninguém mais se importa com a procedência, mas todo mundo quer usar.
Falo por mim quando apoio iniciativas coletivas que projetam em nossos olhos uma nova forma de fazer, mas quando muito “conteudistas” e (desculpem o trocadilho) individualistas, sem olhar a necessidade dos outros e suprindo só as de uma panela, me vejo totalmente decepcionado. Criticam o tal Mainstream, mas fazem pior. E nós deveríamos entender que, ruim é o que fazem com ele do mesmo jeito que não quero olhar o “povo” de um ângulo superior e sim num mesmo nível.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: