MOSTRA

 

Depois de muito tempo sem aparecer por essas bandas o Timbrêra retorna com as matérias mais quentes pra quem gosta disso e daquilo …

imagina um grupo de surfistas em oito semanas sem conseguir surfar. Parados é que não iriam ficar é claro…  então criaram seu próprio mar.

Batizado de Tarp Surfing, a ideia consiste basicamente em colocar uma lona gigante no chão, onde ao passar com o skate, os amigos do surfista vão puxando formando uma onda artificial.

Pode até não ser bom quanto pegar uma onda de verdade, ainda mais com esse sol, mas os caras da empresa The Observatory conseguiram criar esse vídeo com um visual incrível, somado a bela companhia da música cantada por Buffalo Springfield, “For What It’s Worth”.

A equipe de surfistas é formada por Tom Wilkinson, Matt Porteous, Paul Wagstaffe, Ben Wagstaffe, Mike Harris e Cole.

Intervalo (Renato Lima)

A arte nos proporciona uma série de vertentes, para que por alguma ou por várias delas ela aflore, representando um ângulo único, individual, que quando divulgada cria outras formas, também únicas pela percepção alheia.

É assim que Renato Lima à faz, de forma sincera e com uma atmosfera simples e interiorana. Que de forma vasta e com uma ótica sensível, ele fotografa a essência do comum, mostrando sentimento encolhidos no cotidiano mecânico que vivemos.

Dentro desse mundo preto e branco aconchegante, escreve poemas tortos e subjetivos, que por sua amplitude se tornam interativos e democráticos, dando espaço para diferentes ângulos e suas respectivas interpretações.

intervalorenatolima.blogspot.com/

Como compositor envolve em timidez versos e acordes dignos de uma tarde fria cheirando a café.

Por fim seus desenhos e pinturas ilustram como toda a sua arte e sua retina.

Por:  Clara Daibert

Pequena Pimienta

Quando a gente pensa em como os jovens estão crescendo logo imaginamos a burrice em forma de gente, alguém totalmente alienado e vazio, ainda mais quando pensamos nesse jovem dentro de um pólo gigantesco como a grande São Paulo.

Mas nem tudo está perdido, existem seres humanos nascidos nos anos 90 com algum QI. Tudo bem que depois de Los Hermanos, Amélie Poulain, Tim Burton e Mallu Magalhães o pseudo cultismo virou moda e vários adolescentes aderiram ao xadrez e ao melancólico. Dessa forma, se pensarmos bem e vasculharmos mais ainda assistiremos aos prodígios camuflados dessa “Era”.

“-Eu gosto de pijamas!” Assim se define a menina de uma voz grave que no meio de sua adolescência já tentou tocar baixo e teclado, assiste milhões de filmes e que tira fotos como poucos.

Giulia Galliera

“-As fotos falam de mim. tem dias que eu acordo melancólica, outros eu acordo meiga, as vezes eu acordo puta com tudo.. depende do dia, sai uma foto.”

Com uma câmera sempre por perto não é difícil entender que as fotos tomam o lugar do diário.

Espero que continuem nascendo todos os dias, os pequenos notáveis que não se deixam prender no mundo mesmo que já presos e vou torcer para que seus dias sejam sempre cheios de amor e ódio pra que possamos continuar vendo representadas nas fotografias e em todas as artes suas vidas com um pouco mais de poesia.

http://www.flickr.com/photos/giugalliera

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: